Início Parque Marinho Zoneamento de conflitos
Zoneamento de conflitos

Para evitar  conflitos entre o parque e os usos tradicionalmente desenvolvidos na área, efetuo-se o mapeamento de zonas com interesses conflitantes, pela intersecção entre os usos do mar e as zonas prioritárias para conservação.

 

Conflitos com a pesca de arrasto

 Mapa de conflitos entre a pesca de arrasto e as áreas prioritárias para preservação.

 

Os conflitos gerados pelo arrasto foram mapeados considerando a Instrução Normativa do IBAMA n°. 14 de 14/10/2004 , que proíbe o arrasto motorizado a menos de 1 Km da costa em Ilhéus, bem como as áreas prioritárias para preservação dos recifes e do mero. Através dos mapas gerados, é possível observar o descumprimento da legislação que protege a zona costeira do arrasto. O vão existente entre os recifes norte e sul é setor visado pela pesca de arrasto, possivelmente por se tratar de uma zona rica em recursos demersais. Seria recomendável a instalação de recifes artificiais antiarrasto nessas áreas para coibir essa prática.

 

Conflitos com a pesca de linha

 

Mapa de conflitos entre a pesca de linha e as áreas prioritárias para preservação.

 

Embarcações de maior porte, como saveiros e algumas bateiras que possuem casaria e convés, normalmente empregadas por pescadores profissionais, estão preparadas para enfrentar o mar durante dias em busca de pescado na quebra da plataforma ou no banco Royal Charlotte, ao largo de Belmonte, Cabrália e Porto Seguro. As embarcações de pequeno porte, restritas às águas interiores, são as mais freqüentes nas imediações da Pedra de Ilhéus. São barcos movidos a remo, vela ou mesmo motor, sem casaria ou convés e que não oferecem, portanto, condições de pernoite no mar. Muitos são procedentes da Prainha do Malhado, próximo ao porto, onde a pesca para a maior parte dos pescadores se constitui em uma fonte alternativa de  renda. Outros são usados na pesca esportiva, que se caracteriza por poucas horas de mar.

A costa noroeste de Ilhéus Grande é uma das zonas mais preocupante com relação à pesca de linha. Trata-se de uma zona protegida das ondas e vento por Ilhéus Grande. Em virtude disso é muito freqüentada por barcos de pequeno porte, muitos dos quais engajados na pesca esportiva ou artesanal de linha. Por outro lado está incluída em uma das áreas prioritária para preservação do mero.

 

 Conflitos com a caça submarina

Mapa de conflitos entre a caça submarina e as áreas prioritárias para preservação.

A caça submarina é, sem dúvida, o uso do mar que causa maior preocupação devido aos conflitos que possa gerar com a implantação do parque. Toda a caça submarina é realizada em áreas prioritárias para conservação. A caça muitas vezes inicia-se às 4:00h da madrugada e termina antes das 7:00h. Este horário é escolhido em função do E. itajara, principal alvo dos caçadores, pois evita a notoriedade de eventuais capturas

 

Parceiros
Universidade Estadual de Santa Cruz  LAPA - Laboratório de Analises e Planejamento Ambiental   Fapesb  SOS Mata Atlântica  Floresta Viva Prefeitura de Ilhéus - Secretaria de Meio Ambiente