Início Parque Marinho Os Ilhéus
Parque Municipal Marinho dos Ilhéus

 


Exibir mapa ampliado
 
As ilhas e rochedos que dão nome ao município de Ilhéus, no sul da Bahia, são conhecidos locais de agregação reprodutiva do Epinephelus itajara (Lichtenstein, 1822), chamado de mero-canapu na costa do cacau.

 

O mero é um dos peixes mais ameaçados do Atlântico tropical, principalmente devido a pesca predatória e a degradação de mangues. O mero é cada vez mais raro em nossas águas, sendo sua captura proibida pela Portaria nº 42 de 19 de setembro de 2007 do Ministério do Meio Ambiente. A espécie habita a plataforma continental nas imediações de manguezais.  Na época de acasalamento, eles migram para um recife notável localizado próximo a foz dos rios, formando agregações reprodutivas. Durante este período o mero torna-se extremamente vulnerável à pesca e caça submarina, devido a seu comportamento dócil e indiferente à presença humana. Entre as décadas de 70 e 90 o mero foi intensamente capturado por pescadores submarino nos ilhéus, levando ao declínio das populações locais. Anos depois os próprios pescadores encabeçaram um movimento popular para criação de uma Unidade de Conservação Marinhapara proteger aqueles locais de agregação reprodutivas. Em 30 de janeiro de 2006 o Parque Municipal Marinho da Pedra de Ilhéus foi criado; em função da mobilização social e do Poder Público de Ilhéus. 

 
 
 
 

 

 

Parceiros
Universidade Estadual de Santa Cruz  LAPA - Laboratório de Analises e Planejamento Ambiental   Fapesb  SOS Mata Atlântica  Floresta Viva Prefeitura de Ilhéus - Secretaria de Meio Ambiente