• A ECONOMIA DAS INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS PROTEGIDAS

    Expert Food Technology, Food Industry, Milk and Cheese Industry - General expertise on food laboratories (Chemistry and Microbiology), quality control systems in milk industries, training people in quality control and analysis, studies on technological availability in order to change several plants procedures and equipment


    Palestrante: Maria Antonieta Quinta-Queimada (Portugal)

  • AÇÕES SEBRAE EM IG

    Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais(1984), especialização pela Universidade Federal de Santa Catarina(1987) e mestrado em Ciências da Informação pelo Departamento de Ciências da Informação e Documentação(2000). Atualmente é Bolsista sem vínculo do Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica Industrial. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Informação Tecnológica, inteligência competitiva, inteligência tecnológica, instituto de pesquisa tecnológica.


    Palestrante: Hulda Giesbrecht (UAIT)

  • IMPACTO SOCIOECONÓMICO DAS INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS: CONSIDERAÇÕES DO MUNDO EM DESENVOLVIMENTO

    Me. Danie Jordaan (Universidade de Johannesburg, Africa do Sul): Formação acadêmica pela Univesity of South Africa, Diploma in Datametrics, Information Technology (1986 – 1998). University of Johannesburg, BCom (hons), Accounting (1980 – 1983). Senior Advisor of The Carlyle Group.

    Palestrante: Danie Jordaan (Universidade de Johannesburg, Africa do Sul)

  • R&D IN THE CONSTRUCTION OF BRAZILIAN GEOGRAPHICAL INDICATIONS

    Maria Helena de Oliveira Nunes. Engenheira Química graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994), com mestrado em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (1997), e doutorado em Engenharia Química pela COPPE/UFRJ (2002). Atualmente é Pesquisadora em Propriedade Industrial do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), onde atua como examinadora de indicações geográficas.

    Speaker: Dra. Maria Helena Nunes (INPI)

  • AÇÕES DO MAPA E QUALIFICA

    Engenheira Agrónoma Até Fevereiro de 2007 foi responsável pelo sistema de qualificação dos produtos tradicionais portugueses em Portugal e junto da Comissão Europeia, tendo sido
    • Representante de Portugal e Presidente dos Grupos de Trabalho do Conselho da UE sobre os Regulamentos “QUALIDADE” (protecção das Indicações Geográficas e das Denominações de Origem dos Produtos Tradicionais e da Agricultura Biológica).
    • Responsável pelo desenvolvimento do sistema nacional de identificação e qualificação dos produtos tradicionais portugueses.
    Desde Setembro de 2007 é Consultora de Autarquias e Agrupamentos de Produtores na recuperação e valorização dos seus produtos e produções tradicionais.
    Como Perita de organizações europeias e mundiais (Comissão Europeia, Organização Europeia das Patentes e Organização Mundial de Propriedade Industrial) para as áreas da Qualidade e da Propriedade Intelectual ligadas aos produtos e aos saberes tradicionais realizou missões em cerca de 30 países (Europa, Ásia, África e América do Sul)
    Desde Janeiro de 2009 é Secretária-Geral da QUALIFICA – Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses, prestando tal colaboração a título gracioso.
    Autora e/ou co-autora e/ou responsável técnica de diversas publicações nacionais e estrangeiras sobre qualidade e sobre produtos tradicionais Formadora nas áreas da Qualidade Alimentar e da Qualificação e Controlo de Produtos Tradicionais
    Distinções:
    • Membro de Honra de Confrarias Gastronómicas Portuguesas e de 2 francesas. Medalha de Honra da ARESP e medalhas de honra ou equivalentes de diversas Associações de Criadores e de Produtores de Produtos Tradicionais e o Diploma de Excelência da Confraria da Panela ao Lume
    • Comendador da Ordem do Infante D. Henrique Setembro de 2014



    Graduação em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa (2005) e mestrado em Economia Aplicada (2006). Experiência em pesquisa na área de Zootecnia, com ênfase em Conservação de Alimentos para Animais e na área de Economia Aplicada com ênfase em Cadeias Produtivas Agroindustriais e Economia Internacional. Atualmente servidora pública da carreira de Fiscal Federal Agropecuário, atuando na área de Incentivo à Indicação Geográfica de Produtos Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.


    Palestrantes: Ana Soeiro - Qualifica, Portugal / Beatriz Junqueira - MAPA

  • AS VANTAGENS COMPARATIVAS DAS INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS E MARCAS COLETIVAS PARA A COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS NA UNIÃO EUROPEIA

    Dr Evans is Reader in International Trade and Intellectual Property Law at the Centre for Commercial Law Studies, Queen Mary, University of London and Visiting Professor University of Washington School of Law (2008). She has previously held academic positions in Australia and the United States. In the summer of 2006, she was a faculty member at the Duke-Geneva Institute in Transnational Law (2006) where she is taught International Intellectual Property Law. In March 2008 Dr Evans was nominated by Queen Mary students for the 2008 Drapers’ Awards for Excellence in Teaching. In addition, she is engaged in consultancy and capacity building work, most recently as a member of United Nations Economic commission for Europe (UNECE) Team of Specialists on Intellectual Property. Her major research interest concerns the impact of economic globalisation on the law of International trade and intellectual property. Her most recent include "The Protection of Geographical Indications after Doha: Quo Vadis?" Journal of International Economic Law, (2006) "Substantive Trademark Law Harmonization by Means of the WTO Appellate Body and the European Court of Justice: The Case of Trade Name Protection", Journal of World Trade, (2007) and; "Strategic Patent Licensing for Public Research Organizations: Deploying Restriction and Reservation Clauses to Promote Medical R&D in Developing Countries", American Journal of Law & Medicine (2008).


    Drª. Gail E. Evans (PALESTRA VIA SKYPE)

  • INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS NO IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS

    Mylène Testut-Neves é Conselheira agrícola no Serviço econômico da Embaixada da França no Brasil, em Brasília desde agosto de 2012. Tem uma formação de engenheira agrônoma (AgroParisTech 1997-2001), e é oficial do Ministério de agricultura francês desde 2001. Trabalhou como Young Expert na Delegação da União Europeia em Montevideo de 2003 até 2005. Desempenhou depois diferentes funções no Ministério de agricultura francês em Paris : entre outros cargos ela foi Chefe da Unidade de organizações internacionais e desenvolvimento do Ministério de 2009 até 2012, e nesta posição preparou a reunião dos ministérios da agricultura do G-20 organizada durante a Presidência francesa do G-20 em 2011.

    Palestrante: Mylene Testut-Neves (Conselheira Agrícola da Embaixada da França)

  • oriGIn: IGs COMO FERRAMENTA SUSTENTÁVEL

    Palestrante: Clóvis Terra (Vice Presidente da orIGin da América do Sul)

  • “PÓS-IG”: AÇÕES PARA O CONTÍNUO CRESCIMENTO

    Engenheira Agrónoma Até Fevereiro de 2007 foi responsável pelo sistema de qualificação dos produtos tradicionais portugueses em Portugal e junto da Comissão Europeia, tendo sido
    • Representante de Portugal e Presidente dos Grupos de Trabalho do Conselho da UE sobre os Regulamentos “QUALIDADE” (protecção das Indicações Geográficas e das Denominações de Origem dos Produtos Tradicionais e da Agricultura Biológica).
    • Responsável pelo desenvolvimento do sistema nacional de identificação e qualificação dos produtos tradicionais portugueses.
    Desde Setembro de 2007 é Consultora de Autarquias e Agrupamentos de Produtores na recuperação e valorização dos seus produtos e produções tradicionais.
    Como Perita de organizações europeias e mundiais (Comissão Europeia, Organização Europeia das Patentes e Organização Mundial de Propriedade Industrial) para as áreas da Qualidade e da Propriedade Intelectual ligadas aos produtos e aos saberes tradicionais realizou missões em cerca de 30 países (Europa, Ásia, África e América do Sul)
    Desde Janeiro de 2009 é Secretária-Geral da QUALIFICA – Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses, prestando tal colaboração a título gracioso.
    Autora e/ou co-autora e/ou responsável técnica de diversas publicações nacionais e estrangeiras sobre qualidade e sobre produtos tradicionais Formadora nas áreas da Qualidade Alimentar e da Qualificação e Controlo de Produtos Tradicionais
    Distinções:
    • Membro de Honra de Confrarias Gastronómicas Portuguesas e de 2 francesas. Medalha de Honra da ARESP e medalhas de honra ou equivalentes de diversas Associações de Criadores e de Produtores de Produtos Tradicionais e o Diploma de Excelência da Confraria da Panela ao Lume
    • Comendador da Ordem do Infante D. Henrique Setembro de 2014


    Palestrante: Ana Soeiro - Qualifica, Portugal

  • O PAPEL DAS MARCAS COLETIVAS JUNTO ÀS IGs

    Pós-Doutora em Agronegócios pelo CEPAN/UFRGS. Doutora em Direito pela Université Rennes I, France em co-tutela com a UFRGS. Mestre em Agronegócios pelo CEPAN/UFRGS. Especialista em Direito e Negócios Internacionais pela UFSC. Graduada em Direito pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Professora do Programa de Mestrado de Biotecnologia e Gestão Vitivinícola da Universidade de Caxias do Sul. Professora de Direito da CESUCA e da Faculdade Iguaçu. Consultora Jurídica do Instituto Brasileiro do Vinho. Assessora Técnica do Instituto Rio Grandense do Arroz. Membro da Comissão Especial de Propriedade Intelectual da OAB/RS, Expert indicada pelo Governo Brasileiro junto à Organização Internacional da Uva e do Vinho OIV. Associada da Associação Internacional de Juristas do Vinho.

    Palestrante: Drª Kelly Bruch



  • A INTERNACIONALIZAÇÃO DE IGs

    Participantes: Cauê Fanha (Divisão de Propriedade Intelectual do Ministério das Relações Exteriores - Itamaraty), Patrícia Orrico(Gerente do Centro Internacional de Negócios da FIEB) e Maria Socorro Souza Lima (Costa Negra)

  • PERSPECTIVAS PARA INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS

    Participantes: Ana Soeiro (Qualifica Portugal), Cauê Oliveira Fanha (Divisão de Propriedade Intelectual do Ministério das Relações Exteriores - Itamaraty), Mylene Testut-Neves (Conselheira Agrícola da Embaixada da França) e Maria Antonieta Quinta-Queimada (Portugal)